2 de setembro de 2020

Além Retorne, Recicle e Repita. Esse é o mantra da nova iniciativa da The Body Shop Brasil que visa diminuir o impacto ambiental gerado pelo despejo inadequado de embalagens de produtos de beleza. O programa de logística reversa bonifica com um novo produto os consumidores que levarem cinco embalagens vazias de cosméticos da marca. Localizadas em diversas cidades do país, são 35 lojas físicas da companhia que, a partir deste mês, passam a realizar o recolhimento das embalagens vazias. Até 2030, a expectativa é que todos os produtos The Body Shop tenham embalagens feitas utilizando plástico reciclado.

O programa de logística reversa já vem sendo adotado pela marca em outros diversos países sob o nome inglês “Take Back, o que no português se traduz em um convite para que os consumidores retornem seus frascos vazios para as lojas. A diretora de Marketing de The Body Shop Latam, Karina Meyer, celebra o momento como sendo um importante marco na trajetória da marca, que está presente no Brasil há seis anos: “Nossa companhia já atua com o programa de logística reversa em outras partes do mundo e, agora, é a vez do Brasil somar forças para promover a reciclagem e a redução do descarte inadequado de plásticos. Para nós, é muito gratificante colocar em prática o que já está tendo um desempenho extremamente positivo em âmbito global e temos a certeza de que aqui também vai ser um sucesso”, afirma a executiva.

A TerraCycle, empresa presente em 21 países que é especializada em soluções para reciclagem, será a responsável por todo o processo de reaproveitamento das embalagens e os materiais recolhidos poderão se tornar vasos de plantas, cones de trânsito, caixas de legumes, dentre outros objetos. Além de The Body Shop, a Natura, marca do mesmo grupo Natura &Co, também passa a adotar o programa de logística reversa em parceria com a TerraCycle em suas lojas próprias em agosto.

Como participar da iniciativa?

Para contribuir com o processo de logística reversa nas lojas The Body Shop, basta levar a embalagem de tamanhos normais (não serão considerados produtos minis). Aqueles que descartarem cinco unidades ganham um creme para mãos (30ml), de acordo com a disponibilidade de estoque. As lojas da marca que passam a adotar a iniciativa podem ser consultadas através deste link ou no site da marca http://www.thebodyshop.com.br.

Todas as unidades estão seguindo as medidas recomendadas de saúde e segurança para preservar a saúde de colaboradores e clientes, como redução de horário de funcionamento, obrigatoriedade de uso de máscaras, distanciamento entre as pessoas, higienização frequente de superfícies e limite de ocupação no interior do estabelecimento.

O que a The Body Shop já tem feito em prol do Planeta?

Além do programa de logística reversa, que agora chega ao Brasil, a The Body Shop também segue políticas globais que visam minimizar a quantidade de resíduos prejudiciais despejados no meio ambiente. A marca também prioriza o uso de ingredientes naturais em seus produtos e a compra de matérias primas de pequenos produtores, através do programa mundial de Comércio Justo com Comunidades – uma parceria com comunidades locais, atuando de forma justa com o meio ambiente, com a sociedade e contribuindo para a renda de muitas famílias ao redor do mundo.

Um dos exemplos é a parceria firmada em 2019 com uma organização que se autodenomina ‘Força Verde’, em uma comunidade de Bengaluru, na Índia, em prol da reciclagem de plástico. O projeto empodera cerca de 2.500 catadores de lixo da cidade e contribui para que eles tenham condições de trabalho mais higiênicas, renda estável e preço justo pelos resíduos que coletam – o plástico reciclado desse projeto é utilizado nas embalagens de shampoo e condicionador de 250ml da The Body Shop.

Fonte: Press Pass