7 de outubro de 2020

De acordo com dados divulgados pela ABIPLA (Associação Brasileira das Indústrias de Produtos de Higiene, Limpeza e Saneantes de Uso Doméstico e de Uso Profissional), o setor de limpeza e saneantes cresceu 5,7% em produção industrial e movimentou R$ 26 bilhões em 2019. Os dados constam no Anuário ABIPLA 2020, referência em informações sobre a indústria de limpeza no Brasil e que foi lançado para a imprensa no dia 24.
“Além do crescimento bem acima do PIB em 2019, a produção industrial do setor, de janeiro a julho deste ano, cresceu 5,9%, o que é um número muito expressivo”, afirma o diretor-executivo da ABIPLA, Paulo Engler. De acordo com Engler, as estimativas da entidade, traçadas antes da pandemia, eram de alta entre 3% a 3,5% em 2020. “Vamos ver se, até dezembro, esse número se mantém ou se haverá mudanças para cima ou para baixo.”
Em relação à movimentação financeira dos produtos de limpeza, o ano de 2019 registrou R$ 26 bilhões, crescimento de 23,8%, em relação a 2018. De acordo com dados da Euromonitor, que constam no Anuário 2020, este volume representa cerca de 4,15% das vendas no varejo do setor de home care em todo o mundo.
Os empregos também tiveram bons números em 2019. Em 2018, o setor fechou o ano empregando 49.419 trabalhadores. Em 2019, saltou para 58.226 colaboradores, alta de 17,82%. “É interessante que, mesmo com a pandemia, as contratações do setor continuam crescendo em 2020. Segundo dados do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), de janeiro a julho deste ano, o saldo positivo do setor (admissões menos demissões) é de cerca de 3,1 mil vagas”, diz Engler.
Link para baixar o Anuário 2020: http://abipla.org.br/anuario/
Fonte: MCE Comunicação