25 de setembro de 2020

A Quinta do Ameal, pioneira na utilização da casta Loureiro para produzir vinhos brancos de alta qualidade, acaba de lançar as novas safras 2019 do Ameal Loureiro e do Bico Amarelo. Esses são os primeiros vinhos produzidos após a aquisição da Quinta do Ameal pelo Esporão, que ocorreu em setembro de 2019. As garrafas estão totalmente reformuladas e refletem um retorno às origens dos vinhos da Quinta do Ameal, mantendo o espírito da marca: icônica, genuína e irreverente.
Para o enólogo José Luís Moreira da Silva, ambos os vinhos retratam as características da uva Loureiro e da sua origem, assim como sua versatilidade. “Acreditamos que essa casta tem um grande potencial de experimentação e desenvolvimento. Queremos dar continuidade ao projeto iniciado pelo Pedro Araújo e reforçá-lo ainda mais”.

O Ameal Loureiro 2019, 20ª colheita desse vinho, é 100% Loureiro e procura a expressão mais vibrante da casta, demonstrando o seu potencial para produção de vinhos de qualidade e grande capacidade de evolução. De aroma intenso, dominado pelos frutos cítrícos e pelos aromas florais, é intenso e equilibrado, com acidez refrescante. Harmoniza com carnes defumadas, peixes, mariscos, pratos da culinária oriental e de fusão. (Preço médio: R$ 139,00)
O Bico Amarelo 2019 expressa as características das castas da região dos Vinhos Verdes. Feito com as uvas Loureiro, Alvarinho e Avesso, é leve e refrescante, podendo ser consumido nas mais diversas ocasiões. Excelente como aperitivo, podendo também acompanhar pratos com carnes defumadas, peixes, marisco e culinária oriental.

Importados pela Qualimpor, os rótulos Quinta do Ameal podem ser encontrados em supermercados, empórios e lojas de vinhos de todo o país, assim como nos principais restaurantes.
Fonte: Tema Assessoria de Comunicação