7 de março de 2019

A Nestlé acaba de lançar o primeiro desafio brasileiro em sua plataforma de inovação aberta HENRi @Nestlé. O primeiro desafio no País será voltado a repensar o papel dos canudos de plástico nas embalagens, sem prejudicar a experiência de consumo. A intenção é mitigar, reduzir ou até mesmo eliminar o impacto ambiental dos canudos, que tem efeitos em toda a cadeia de valor. A empresa está aberta a soluções que podem envolver novos tipos de embalagens, incentivo a mudanças de comportamento do brasileiro em relação ao uso dos canudos de plástico, ou até mudanças na cadeia de suprimentos. As inscrições vão até 7 de abril e empreendedores e empresas de todos os portes podem inscrever seus projetos. Até o momento, a plataforma já recebeu mais de 10 inscrições, tanto do Brasil quanto de outros países.

Para inscrever projetos, os interessados devem acessar www.henri.nestle.com e buscar Iniciativa para a substituição do canudo de plástico. Os projetos recebidos serão avaliados e a empresa selecionará cinco deles para passar para a próxima etapa e concorrer a um prêmio único de US$ 50 mil para implementação do projeto-piloto. Por ser global, a plataforma está em inglês, mas a Iniciativa para a substituição do canudo de plástico está descrita em português e os projetos também podem ser submetidos em português.

De acordo com a organização Ocean Conservancy, canudos de plástico são o sétimo item mais coletado nas areias das praias em todo o mundo e, na maioria das vezes, deslocam-se da areia para o mar, poluindo a água e prejudicando a fauna marinha. “Esta é uma questão de grande importância para a Nestlé. Reconhecemos que os canudos de plástico se tornaram um desafio global e estamos preparados para tomar medidas decisivas para ajudar a resolvê-lo. Com a plataforma, conseguiremos fazer isso de uma forma muito mais ágil e aberta a muitas formas de repensar esta questão”, diz Carolina Sevciuc, diretora de Transformação Digital da Nestlé Brasil.

 

A plataforma

Criada pela empresa em 2016, na Suíça, a plataforma HENRI@Nestlé é um espaço aberto pela companhia para receber ideias que combinem o espírito inovador e a agilidade das startups à experiência da empresa em projetos altamente escalonáveis, e que ao final resultem em propostas que farão a diferença não somente para a Nestlé, mas também para centenas de milhões de pessoas em todo o mundo, a partir da busca por soluções para vários desafios de negócios, que passam por inovação de produtos, sustentabilidade, saúde, nutrição, entre outros temas.

Desde seu lançamento, a plataforma – que leva o nome do fundador da empresa, Henri Nestlé – lançou globalmente 14 desafios, que receberam mais de 450 inscrições vindos dos cinco continentes. Isso levou a parcerias com vários empreendedores para o lançamento de soluções e serviços. Um dos destaques é o projeto para enfrentar a desnutrição. A startup vencedora atuou em uma das causas raiz da desnutrição, que é a desinformação. Assim, a Nestlé realizou uma parceria com a Tembo Education, que fornece conhecimento nutricional personalizado para as pessoas em toda a África Oriental por meio de mensagens de texto e WhatsApp. O programa começou no Quênia e se expandirá para mais seis países na região da África Oriental. Os pais inscritos no programa recebem planos de aulas personalizados e dicas de saúde frequentes diretamente para seus telefones. Os demais projetos podem ser conhecidos na plataforma.

Transformação digital

O lançamento da plataforma Henri@Nestlé se soma às ações que a Nestlé Brasil tem desenvolvido com o objetivo de realizar uma grande transformação digital em toda a sua operação, com foco no consumidor. O objetivo é estimular a digitalização e uma cultura de inovação em todas as áreas da empresa. Para isso, a companhia tem investido em ações como parcerias com startups e empresas de fomento à inovação, realização de encontros, debates e concursos internos ligados ao tema, entre outras ações.

Fonte: FSB Comunicação