2 de agosto de 2019

Além de prever tendências e atuar com base nelas, o Marketing é um elo fundamental entre as áreas interna e externa das empresas. Essa é a opinião de Henrique Lago, novo gerente de Estratégia e Marketing da Ibema Papelcartão, que traz em seu percurso passagens por marcas de varejo do setor de alimentação, além de anos de experiência como professor universitário. Para ele, é preciso identificar os movimentos do consumidor em sintonia com a área comercial e trazer essas demandas para dentro da empresa, adaptando-se às novas necessidades de mercado, criando e modificando produtos.

“A indústria carece de um sentimento de proximidade ao mercado e ao consumidor, algo natural no varejo”, opina Lago. Por conseguir olhar para dentro e para fora da empresa e antecipar comportamentos, há quem diga que o marketing faz “futurologia”, mas não se trata disso e sim de uma ciência alimentada por inputs de clientes e tendências, com estratégias e pesquisas que servem de apoio ao desenvolvimento e inovação dos produtos.

Um exemplo disso é o Ibema Ritagli, papelcartão triplex de alta performance composto por 50% de material reciclado. Ele responde a um anseio do consumidor e do mercado, por atender à Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), pela qual as empresas precisam se responsabilizar pelas embalagens de seus produtos no pós-consumo.

“É um produto que está em sintonia com a preocupação ambiental e a necessidade de reduzir o uso de embalagens plásticas em nosso cotidiano”, explica o gerente da Ibema. “O consumidor cada vez mais pede essa postura das marcas que utiliza, com enfoque em embalagens retornáveis ou recicláveis e modos de produção sustentáveis.”

Para Lago, a indústria precisa ouvir essa voz para colocar em prática a verdadeira economia circular, assumindo responsabilidade pelas embalagens que coloca no mercado e criando mecanismos para que elas retornem para ser recicladas.

Fonte: smartcom