11 de setembro de 2019

Inovar e ser mais sustentável é uma premissa e uma realidade para a indústria mundial atualmente. Com o lançamento da Naturágua Eco, o Grupo Telles atingiu as duas metas de uma vez só. O produto se diferencia por ser proveniente de novas fontes de água mineral, que apresentam pH acima de 7 – naturais da fonte –, implantadas em uma área de mais de 50 hectares. A produção da nova linha é feita com tecnologia alemã e utiliza energia solar.

A Naturágua Eco chega ao mercado com mais novidades: sua garrafa é mais leve, com 9 gramas – contra as de 13 a 15 gramas disponíveis no mercado – e, por isso, se posiciona frente a nova tendência do segmento de embalagens, que tem priorizado a redução de material, de recursos e a eficiência energética na produção.

Para o lançamento deste produto, a empresa trouxe da Alemanha um maquinário em linha única de sopro e envase fabricado pela Krones, considerado o mais moderno e tecnológico do mundo. O equipamento, único do segmento instalado na América Latina, proporciona maior capacidade produtiva e mais qualidade para o produto final, isso porque completa todo o ciclo produtivo, desde a confecção da garrafa até o envase, rotulagem e empacotamento.

 

Cadeia sustentável para uma economia circular

 O investimento de 13 milhões de reais tornou possível o desenvolvimento de uma embalagem com 30% menos plástico. “Reduzir material significa, automaticamente, diminuir a utilização de recursos para a produção como um todo. O ciclo produtivo inteiro é impactado, o que gera um produto muito mais sustentável”, explica Aline Telles Chaves, vice-presidente de Operações do Grupo Telles.

“Em um momento em que toda a indústria está atenta para inserir-se no contexto da economia circular, estamos colocando no mercado um produto com a embalagem muito mais fácil de reciclar. Assim, também fazemos nossa parte nesse sentido”, complementa Aline Telles Chaves. Além disso, para manter seu compromisso com a vida e com o meio ambiente, a nova fábrica da Naturágua usufrui de compressores de alto rendimento, que demandam menor consumo de energia, e projeto de usina solar que deve abastecer toda a fábrica com energia limpa.

 

Fonte: Ketchum