4 de novembro de 2020

Trabalhar ou simplesmente produzir em meio a uma grave crise econômica e sanitária, foram desafios impostos a todos pela pandemia do novo coronavírus, que pareciam impossíveis de serem superados. Porém, a Congraf mostrou mais uma vez que com determinação e uma gestão eficiente é possível superar os mais difíceis obstáculos.

A prova disso é que no último mês de setembro, após um trabalho bastante focado, mês a mês, a fabricante de embalagens registrou um aumento de 20% na produção de embalagens em relação ao mesmo período de 2019, evidenciando assim uma franca recuperação da empresa e da economia neste momento instável da economia.

“Mesmo ainda sem uma vacina para o coronavírus, a economia do país já começa a responder com sinais mais animadores. Sempre estivemos otimistas, mas tem sido uma grata surpresa um retorno tão intenso. O empenho de nossa equipe nos deixa bastante satisfeitos e diariamente seguimos alinhando processos para atender nossos clientes com a qualidade e agilidade de sempre”, destaca Sidney Anversa Victor Junior, diretor industrial.

A empresa ressalta ainda que por conta do aumento dos pedidos foi necessário ampliar turnos de trabalho, inclusive para os finais de semana, e contratar novos funcionários. Outro indicativo importante foi sentido junto aos fornecedores de papel, que atrasaram as entregas, pois foram surpreendidos com a alta demanda. “O setor de embalagens é um dos mais emblemáticos termômetros da economia. Ele reflete fielmente o aumento de consumo da população”, analisa o diretor.

De acordo com dados da Confederação Nacional da Indústria – CNI, o mês de agosto foi o primeiro a registrar alta no emprego, cerca de 1,9%. O faturamento da indústria também vem crescendo, mas ainda está 3,9% abaixo do registrado entre janeiro e agosto de 2019.

Diante de tudo isso, a Congraf segue firme no ritmo de retomada e já lança expectativas para o período de final de ano, costumeiramente mais movimentado por conta das festas e aquecimento do comércio em geral. “O segundo semestre é mais forte para a indústria gráfica, o que deve representar um acréscimo importante de demanda. Aqui na Congraf, estamos preparados para esse retorno”, conclui Sidney Anversa Victor Junior.

Vale lembrar que neste ano de 2020 a Congraf investiu forte em equipamentos de corte e vinco e colagem, o que ampliou sua produção e intensificou sua capacidade de atender um portfólio variado de clientes, com agilidade, contemplando diversos mercados.

Fonte: Frisson Press