21 de julho de 2021

O segundo semestre de 2021 promete vir com mudanças significativas para a marca de vinhos Campo Largo. A começar pelo lançamento de um novo produto no mercado nacional, o Vinho Tinto Suave em embalagem PET de 1,47L. O produto carro chefe da marca e líder em vendas no Sul do país ganhou uma versão mais econômica, muito apreciada pelo público jovem que busca praticidade e economia.
Através deste lançamento, a Zanlorenzi Bebidas buscou antecipar tendências para atender às demandas do público mais jovem, seu principal consumidor. Outro ponto que impulsionou o lançamento é a dificuldade de fornecimento de vidro, que atinge todas as empresas do ramo de bebidas desde o início da pandemia. “O vinho em PET não tem o intuito de substituir nenhum produto da linha vidro, mas sim agregar e inovar no portfólio”, comenta Giorgeo Zanlorenzi, presidente da empresa.
Investir em garrafa PET para o Vinho Campo Largo é uma estratégia da empresa para ir na contramão da crise do setor vidreiro, que desde o início da pandemia tem sofrido com os impactos do aumento desta matéria-prima, forçando as empresas a buscarem novos caminhos para manter a fabricação de produtos que utilizam embalagens de vidro.
O novo momento da empresa paranaense também vai ao encontro da pesquisa realizada em março deste ano, pelo instituto Paraná Pesquisa, em 26 estados. A instituição entrevistou mais de 2 mil pessoas para saber se houve um aumento no consumo de bebida alcoólica durante a pandemia. Comparado com a mesma pesquisa realizada em março de 2020, o resultado revelou um aumento de 24,5% entre jovens de 16 a 24 anos, seguido do público de 25 a 34 anos, (22,4%).

“Esse foi o melhor momento para lançar o produto no mercado nacional, visto que, com a pandemia o consumo de vinhos aumentou muito, principalmente para o consumidor jovem. Esse público é muito carente por inovação e está sempre buscando praticidade e preços atrativos, o Vinho Campo Largo PET veio para suprir essa demanda”, finaliza Zanlorenzi.

Fonte: agência bcbiz