7 de janeiro de 2020

O Grupo Asperbras se prepara para iniciar 2020 com a inauguração de uma nova fábrica em Penápolis (SP). As obras da segunda indústria de laticínios da Bonolat estão a todo vapor e impressionam pelo tamanho e modernidade: são 100 mil m², sendo que 20 mil m² são de área construída, trazendo o que há de mais novo na tecnologia para fabricação de seus produtos.

“Começaremos o ano com grandes investimentos, novidades no catálogo e com a garantia de que oferecemos um produto de alta qualidade,” diz José Roberto Colnaghi, presidente do Conselho de Administração do Grupo Asperbras.

De volta às origens

O laticínio ficará em Penápolis (SP), local onde o Grupo Asperbras começou suas operações. A unidade chega para complementar as atividades da primeira indústria Bonolat, em Itagipe (MG) e será responsável pela produção de leite longa vida (UHT) integral, desnatado e semidesnatado, além da fabricação de leite em pó, leite condensado e produtos especiais, como o zerolactose.

Dentro da planta, já estão sendo instalados os novos e modernos maquinários que possibilitam a ampliação da produção de leite e derivados. Todo o processo será automatizado, garantindo a alta qualidade dos produtos.

Beneficiando a comunidade

Do lado de fora da construção, a Secretaria Municipal de Obras e Serviços iniciou o trabalho de implantação da rotatória que interliga a fábrica ao bairro Jardim Lago II. De acordo com a Prefeitura da cidade, além da limpeza do local e a retirada da vegetação, a equipe de obras realizou o preparo e compactação do solo.  Ao final da obra, serão 918,65 metros de extensão da rodovia, 1837 metros de guias e sarjetas de drenagem, além de 19.290m² de pavimentação. É um benefício tanto para os colaboradores da fábrica, quanto para a comunidade, que ganha uma rota alternativa e a melhoria no trânsito na região.

Bonolat beneficente

Maior evento de arte a céu aberto do mundo, a CowParade têm como objetivo democratizar a arte através da inclusão cultural. Percorrendo cidades ao redor do Brasil, cerca de 60 esculturas de vacas – feitas em fibra de vidro e no tamanho real do animal – foram expostas a céu aberto, exibindo o trabalho de diversos artistas visuais baianos.

Sempre em busca de novas formas de ajudar o próximo, José Roberto Colnaghi adquiriu duas das esculturas que foram leiloadas ao final do projeto. O dinheiro arrecadado com as obras será revertido como doação para duas instituições beneficentes: o Complexo Hospitalar Irmã Dulce, na Praia Grande (litoral de São Paulo), é uma instituição filantrópica que sedia um dos maiores complexos de saúde 100% SUS do país e o Hospital da Criança Martagão Gesteira, em Salvador (BA), maior hospital pediátrico do Norte e Nordeste.

As esculturas serão transportadas para Penápolis e ficarão expostas na nova unidade da empresa Bonolat, onde continuarão a cumprir seu propósito: expandir o acesso à arte e sensibilizar as pessoas para causas sociais.

 

Fonte: Escritório de Consultoria e Comunicação ECCO