12 de setembro de 2018

Hoje, os produtores de alimentos e bebidas buscam soluções digitais para as linhas de envase que garantam um sistema de monitoramento de alta precisão, de forma a gerenciar as informações remotamente, utilizando dados em tempo real, otimizando as operações e aumentando a produtividade. A resposta da SIG para esta demanda é o combiLink – uma solução de gereciamento de informação, simples e flexível, aplicada às linhas de envase em operação.

A produção de alimentos e bebidas também está cada vez mais desafiadora, com as plantas de envase enfrentando demandas maiores, maior competição e ciclos de produção cada vez mais curtos. Frequentemente, os produtores ainda têm que lidar com diversos sistemas de relatórios, informações externas, coleta manual de dados e falta de insights sobre a linha de envase.

Ao conectar cada máquina da linha de envase, o combiLink da SIG coleta dados ilimitados e apresenta relatórios em formatos pré configurados ou customizados. Os clientes podem visualizar tabelas que mostram a eficiência operacional e técnica e possíveis incidentes, a partir de seus desktops, tablets ou smartphones. Notificações inteligentes alertam a equipe, evitando estrangulamentos da produção e gastos com downtime.

“56% das empresas pretendem aumentar sua eficiência em mais de 20% nos próximos 5 anos,” diz Ayed Katrangi, Gerente Senior de Automação de Produto e Digitalização da SIG. “O combiLink pode contribuir decisivamente neste processo. É uma solução para fábricas inteligentes que oferece uma forma completamente nova de monitoramento e análise de eficiência e de produtividade da linha de envase, permitindo aos clientes tomar decisões rápidas e automatizar as operações, atendendo aos requisitos da indústria 4.0, melhorando a OEE (Eficiência Global dos Equipamentos) da linha de envase e otimizando o TCO (Custo Total da Propriedade), baseado nos padrões ISO 2240.”

Com a mesma conectividade usada nas aplicações de IoT (Internet das Coisas), o combiLink conecta cada máquina na linha de envase. Isto significa que os produtores têm uma única janela para visualizar os níveis de eficiência e de desempenho, históricos e atuais, além de enxergarem onde podem ser feitas melhorias futuras. A conectividade do combiLink baseia-se no padrão mais recente de comunicação industrial OMAC, que permite coletar dados ilimitados dentro da tecnologia OPC UA (protocolo de comunicação ideal para indústrias inteligentes) de toda a máquina e loja, com segurança.

O combiLink também pode enviar dados para MES, ERP e outros sistemas de inteligência de negócios. Sua arquitetura aberta e interface baseada em padrões o conecta facilmente a aplicações de terceiros como os sistema baseados na nuvem e ferramentas de análise preventiva. Esta comunicação de mão dupla permite aplicações em operações ilimitadas com a opção de plug-ins com o cliente.

Ao transformar os desafios de alta velocidade de produção em realidade, as soluções de fábrica inteligente da SIG reforçam seu compromisso permanente com a oferta de sistemas inovadores, tendo em mente as necessidades atuais dos clientes.

O combiLink é apenas um exemplo de como a SIG pode criar e montar fábricas mais avançadas e inteligentes usando sistemas baseados em IoT, informação e automação, garantindo que os clientes possam monitorar e otimizar as operações com uma intervenção rápida para obter os melhores resultados.

Fonte: LDB Comunicação