29 de abril de 2019

O maior evento do varejo é uma oportunidade para lançar produtos, fazer negócios e ensinar como proporcionar experiência ao consumidor. E todo varejista sabe que o movimento de bem-estar e saudabilidade é um caminho sem volta. Só o setor de orgânicos movimentou R$ 4 bi em 2018.

Como inserir os ingredientes orgânicos no dia a dia? Como identificar um produto orgânico? Como montar um nicho saudável num supermercado, empório ou restaurante? As respostas estão no espaço Orgânicos em Movimento, que o Organis promove na Apas Show 2019 com 35 empresas, que apresentam mais de 400 produtos e 50 lançamentos. O layout do estande mostra um mix completo para proporcionar a melhor experiência ao consumidor; para tirar dúvidas, as certificadoras explicam tudo sobre rastreamento e a certificação; tem ainda uma chef de cozinha que ensina receitas com ingredientes orgânicos e naturais, promovendo segurança alimentar.

“O consumidor consciente hoje assiste com bons olhos à invasão crescente dos orgânicos processados nas gôndolas dos supermercados. Mas ele espera o próximo movimento, que se dará no âmbito do FLV orgânico. Este é o grande desafio. O setor supermercadista terá que cuidar localmente das questões operacionais e logísticas. Mas, principalmente, precisará atuar no desenvolvimento de fornecedores e na consolidação de boas parcerias comerciais e institucionais. Os produtores orgânicos, por sua vez, terão que investir na profissionalização da gestão, para assegurar qualidade, regularidade e volumes compatíveis. Mas, principalmente, terão que assumir uma postura de autênticos parceiros comercias, reconhecendo seu papel e suas responsabilidades dentro da cadeia de fornecimento do varejo”, explica Cobi Cruz, diretor do Organis – Conselho Brasileiro da Produção Orgânica e Sustentável.

Tem muito espaço para crescer no mercado de orgânicos. Segundo pesquisa do Conselho Brasileiro da Produção Orgânica e Sustentável (Org

anis), de 2017, 84% querem consumir mais produtos orgânicos. Ótima oportunidade para a estrategia dos supermercados, pois 64% dos consumidores compram orgânicos no supermercado.

“O consumidor consciente hoje assiste com bons olhos à invasão crescente dos orgânicos processados nas gôndolas dos supermercados. Mas ele espera o próximo movimento, que se dará no âmbito do FLV orgânico. Este é o grande desafio. O setor supermercadista terá que cuidar localmente das questões operacionais e logísticas. Mas, principalmente, precisará atuar no desenvolvimento de fornecedores e na consolidação de boas parcerias comerciais e institucionais”, provoca o diretor do Organis, Cobi Cruz.

 

Orgânicos em números

A evolução da performance dos mercados interno e externo de orgânicos mostram que o crescimento se mantém em dois dígitos, inclusive no mercado internacional, que começou a ser aferido em 2005 com as empresas associadas ao Programa Organics Brasil, que virou referência mundial na representatividade do setor brasileiro de orgânicos.

ANO FATURAMENTO MERCADO INTERNO ANO EXPORTAÇÕES EM MILHÕES DE DÓLARES
2010 R$ 500mi 2005 9,5
2011 R$ 700 mi 2006 15
2012 R$ 1,5 bi 2007 21
2013 R$ 2 bi 2008 58
2014 R$ 2,2 bi 2009 44,3
2015 R$2,5 bilhões 2010 107
2016 R$ 3 bi 2011 82,4
2017 R$ 3,5 bi 2012 129,5
2018 R$ 4 bi 2013 130
2014 136
2015 160
2016 145
2017 150
2018 180

 

Orgânicos em Movimento

No espaço conceito, a chef Alê Lembo, especializada em gastronomia saudável e radicada em Campinas e formação no curso do Cordon Blue de Paris, adota um cardápio para o día a día com ingredientes orgânicos, naturais ou sustentáveis. Diariamente, ela vai ensinar receitas fáceis e práticas com ingredientes orgânicos. Enquanto isso, as empresas vão fazer degustação permanente de seus productos, um verdadeiro festival sensorial para o visitante da Apas Show.

 

 

Espaço Orgânicos em Movimento

ORGANIS – Conselho Brasileiro da Produção Orgânica e Sustentável

APAS Show 2019  –  Pavilhão Branco   Rua F/G 13

 

Fonte: Vera Moreira Comunicação