7 de fevereiro de 2020

A Klabin, maior produtora e exportadora de papéis para embalagens do Brasil, única companhia do país a oferecer ao mercado uma solução em celuloses de fibra curta, fibra longa e fluff, e líder nos mercados de embalagens de papelão ondulado e sacos industriais, registrou aumento de 7% no Ebitda ajustado (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de 2019, no comparativo com 2018, atingindo R$ 4,322 bilhões. O Ebitda ajustado do quarto trimestre de 2019 registrou R$ 965 milhões.

O volume total de vendas da companhia em 2019, excluindo madeira, foi de 3.327 mil toneladas, aumento de 4% em comparação a 2018. Em relação ao quarto trimestre de 2019, o volume total de vendas, excluindo madeira, atingiu 927 mil toneladas, resultado 8% superior ao obtido no quatro trimestre de 2018. Os principais fatores que impulsionaram o resultado positivo foram o aumento da venda de celulose e o crescimento no mercado de cartões, o que comprova a habilidade da companhia no desenvolvimento de novos mercados no exterior e na consolidação em seus setores tradicionais de atuação. Também contribuiu para esse resultado o aumento da participação das vendas no mercado interno, em especial de embalagens, como consequência de uma demanda mais aquecida no mercado doméstico.

Especificamente sobre o mercado de cartões, a Klabin registrou aumento de expedição de 12% em 2019, comparado a 2018. No resultado trimestral, a unidade de papelcartão cresceu 17% no 4T19 em relação ao mesmo período do ano anterior. A expedição de embalagens de papelão ondulado e sacos industriais apresentou crescimento de 4% no volume de vendas no quarto trimestre de 2019 em relação ao mesmo período do ano anterior, o que destaca, mais uma vez, a capacidade operacional, flexibilidade e a importância do modelo de negócio integrado da empresa.

Investimentos        

No quarto trimestre de 2019, a Klabin investiu R$ 851 milhões, sendo que R$ 79 milhões tiveram como destino as operações florestais da companhia, R$ 209 milhões foram aplicados na continuidade operacional e manutenção das fábricas e R$ 9 milhões foram aportados em projetos especiais e de expansões. Além disso, os desembolsos para o Projeto Puma II somaram R$ 554 milhões no último trimestre de 2019.

Sustentabilidade

Alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU), a Klabin encerrou 2019 listada, pelo 7º ano consecutivo, na carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3. A companhia também foi destaque no Índice Ambiental de Empresas de Papel e Celulose realizado pelo WWF (World Wide Fund For Nature) e integra o “A list” global do Carbon Disclosure Project (CDP) para água e clima. Os reconhecimentos reforçam os compromissos da companhia e os esforços para a construção de um futuro sustentável.

 

Destaques Financeiros

 

 

 

Fonte: In Press Porter Novelli