22 de abril de 2019

A INEOS Styrolution, líder global em estireno, anunciou que completou o primeiro teste bem-sucedido na produção de poliestireno virgem a partir de materiais despolimerizados previamente. Os experimentos, conduzidos na unidade da companhia em Antuérpia (BEL), já podem ser considerados uma prova prática da reciclabilidade do poliestireno.

Uma amostra de poliestireno multipropósito, 100% produzida a partir de monômeros de estireno reciclados pela INEOS Styrolution em Antuérpia (BEL), representa um divisor de águas na produção de poliestireno. O material é resultado de uma produção experimental de poliestireno a partir de matéria-prima de monômeros de estireno produzida a partir da despolimerização de plástico estirênico. Os testes – feitos em cooperação com parceiros comerciais e universidades – resultaram na produção de material virgem com as mesmas propriedades do poliestireno produzido a partir de monômeros de estireno novos.

“Estamos muitos animados por ter alcançado esse marco”, comentou Michiel Verswyvel, Especialista Global em P&D. “Devido à sua decomposição relativamente limpa em seus blocos de construção, o poliestireno é praticamente projetado para ser reciclado. Estamos trabalhando conjuntamente com nossa equipe global de projetos para tornar este processo estável em um nível comercial, aprendendo mais, por exemplo, sobre os requisitos de pureza da matéria-prima “, complementou.

“É ótimo ver especialistas de todo o mundo contribuírem com sua expertise para este projeto”, acrescenta Alexander Glück, Presidente da INEOS Styrolution para as Américas. “Esta colaboração global mostra o nosso forte compromisso com a reciclagem química e a sustentabilidade. ”

Rob Buntinx, Presidente para Europa, Oriente Médio e Ásia, declarou: “Estou convencido de que alcançamos um marco significativo na comprovação de que o poliestireno é reciclável e contribui para a redução de resíduos de consumo. Estamos agora ansiosos para viabilizar o processo para um nível industrial e economizar recursos valiosos “.

O anúncio de hoje é parte dos esforços da INEOS Styrolution para a produção cíclica do estireno, com o objetivo de salvar recursos valiosos, reciclar os resíduos de estireno e reduzir os danos ao meio ambiente. As medidas da companhia incluem tanto projetos de pesquisa quanto a colaboração através da cadeia de valor e parcerias com os clientes.

Reciclagem

Juntamente com nossos parceiros de colaboração em todo o mundo, a INEOS Styrolution cria e investe em conceitos de reciclagem para uma ampla gama de produtos estirênicos, como por exemplo a reciclagem química de poliestireno, ao aproveitar as propriedades únicas do polímero.

Economia de recursos naturais

A INEOS Styrolution está comprometida em salvar os recursos do nosso planeta. Nossas contribuições incluem o desenvolvimento de materiais especiais (como, por exemplo, o ABS ou outros compósitos, que permitem uma redução no consumo de combustível e nos níveis de emissões de carbono) assim como vários projetos de pesquisas que exploram novos materiais inovadores.

Redução de danos ambientais

A INEOS Styrolution tem o compromisso com operações que prezam pela eficiência no uso de recursos, com um grande registro de redução de emissões de gases de efeito estufa, gases do tipo SOx e poeira. Para os nossos clientes, nós desenvolvemos soluções alternativas para as soluções não-sustentáveis já existentes. A companhia é considerada a melhor empresa do setor, premiada com a classificação ouro no índice Ecovadis, baseada em nossos programas de sustentabilidade e nos relatórios que nos colocam no 1% das empresas globais.

Fonte: KB! COM Comunicação Corporativa