23 de novembro de 2021

A Ball Corporation, líder mundial em embalagens sustentáveis de alumínio, anuncia hoje a conquista da certificação da Aluminium Stewardship Initiative (ASI, ou Iniciativa para Gestão Responsável do Alumínio, em tradução livre), em ambos os Padrões de Desempenho e Cadeia de Custódia, para suas 15 fábricas de Embalagens para Bebidas na América do Sul (BPSA) e Escritório Regional. A empresa é uma das pioneiras globais no setor de latas de alumínio a receber os certificados e, com a conquista, se torna a primeira do setor nas Américas a obter ambas as certificações. Os reconhecimentos consagram, na prática, o discurso sustentável da empresa, que envolve os princípios ambientais, sociais e de governança da ASI, além de padrões de produção e rastreabilidade ao longo de toda a cadeia do alumínio.
“Conquistar a Certificação ASI em nossas plantas da América do Sul é motivo de comemoração para nós. Os certificados recebidos pela Ball mostram que estamos no caminho certo. Já era um orgulho fazer parte da cadeia de valor do alumínio, promovendo reciclagem, educação e produção responsável, e agora podemos fazer isso garantindo aos stakeholders que todos os nossos processos ocorrem de maneira responsável e sustentável, alinhado aos princípios ESG”, diz Carlos Pires, Presidente da Ball Corporation para América do Sul.
ASI é uma iniciativa global, sem fins lucrativos, que define padrões que garantem o desempenho sustentável baseado em princípios ambientais, sociais e de governança (ESG) e fornece garantia de produção responsável ao longo de toda a cadeia de valor do alumínio. Sendo assim, obter a Certificação ASI é um passo importante em direção ao cumprimento das metas globais traçadas este ano pela Ball. O principal progresso envolve a garantia de compra de metal através de fontes sustentáveis para a produção de latas nas unidades fabris, meta para 2030 já assegurada nas unidades da América do Sul, além das 23 plantas da Ball na Europa, Oriente Médio e África – as primeiras do mundo com a certificação, que ocorreu em 2020.
Além disso, todos os fornecedores da Ball já são, ao menos, membros ASI e caminham para obtenção da certificação nos próximos anos. Com estes uma vez certificados e cumprindo com os critérios de reduzir emissões de carbono, a Ball estará ainda mais próxima de efetuar o objetivo de zerar as emissões de carbono até 2050.
“A ASI felicita a Ball BPSA por obter as Certificações Padrão de Cadeia de Custódia e Desempenho nessas 15 instalações na América do Sul. Embora diferentes stakeholders muitas vezes se concentrem nos aspectos ambientais do desempenho da sustentabilidade, temos o prazer de ver que a Ball também se concentra fortemente no impacto social. Parabenizamos a Ball Corporation e a BPSA pelo conjunto de certificações e seu compromisso mais amplo com a sustentabilidade em suas operações globais”, afirma Fiona Solomon, CEO da ASI.
A Ball Embalagens para Bebidas na América do Sul recebeu a Certificação de Desempenho com status provisório, devido ao processo ter se dado virtualmente em função da pandemia da COVID-19, e está em transição para conformidade no próximo ano. O Padrão de Desempenho avalia o compromisso e ações da Ball em critérios ambientais, sociais e de governança. No parecer, são levadas em conta a intenção e a prática em relação à integridade corporativa, economia circular, reciclagem, emissões de gases de efeito estufa, gestão de recursos naturais, biodiversidade, saúde e segurança dos trabalhadores e atuações positivas na vida dos colaboradores e comunidades locais. A Ball teve êxito em todos os critérios estabelecidos na avaliação.
Já a Certificação da Cadeia de Custódia garante a gestão responsável e a rastreabilidade do material produzido através de uma cadeia de valor ininterrupta. Esse processo envolve e exige que todas as etapas da produção da lata estejam certificadas, desde a extração da matéria-prima, passando pela mineração, fundição, laminação e fabricação, até a venda do produto final com o envase das latas prontas.
Segundo Pires, esta conquista da Ball BPSA é mais um compromisso rumo à venda de produtos mais responsáveis e sustentáveis. “A necessidade das organizações se comprometerem a evitar o esgotamento de recursos naturais é abraçada pela Ball Corporation, fazendo com que a empresa se alinhe também aos pedidos dos consumidores por embalagens mais sustentáveis, além de contribuir com uma economia circular”, comenta.
O Brasil é o maior polo de fábricas da empresa na América do Sul, contando com 11 plantas espalhadas pelo país – e não é coincidência o território ser referência na reciclagem de alumínio, com taxa de reciclagem de 97%. A reciclagem do material economiza 95% da energia necessária para a produção de alumínio virgem e, assim, ajuda a comunidade global a cumprir as metas urgentes de redução de carbono.
Fonte: Edelman